Domingo, 29 de novembro de 2015.



Olá pessoal!!!!

No post de hoje vou trazer mais algumas dicas de livros, minhas indicações de hoje estão na minha lista de leituras.

Eu sou a lenda - Richard Matheson (Editora Aleph): Este livro está com uma edição linda e é de capa dura, o que não é muito comum para os livros publicados aqui no Brasil. Este livro foi adaptado para o cinema três vezes e foi uma inspiração para Stephen King. Escrito em 1954 é considerado um dos maiores clássicos do horror e ficção científica. Assisti a adaptação protagonizada por Will Smith e fiquei muito tocada pela história. Me fez refletir muito sobre o futuro da humanidade. Estou ansiosa para ler a história original.

Sinopse: Uma impiedosa praga assola o mundo, transformando cada homem, mulher e criança do planeta em algo digno dos pesadelos mais sombrios. Nesse cenário pós-apocalíptico, tomado por criaturas da noite sedentas de sangue, Robert Neville pode ser o último homem na Terra. Ele passa seus dias em busca de comida e suprimentos, lutando para manter-se vivo (e são). Mas os infectados espreitam pelas sombras, observando até o menor de seus movimentos, à espera de qualquer passo em falso... 

O gigante enterrado - Kazuo Ishiguro (Companhia das Letras): O que dizer desta edição tão caprichada. As bordas das folhas são do mesmo tom de azul da capa. Depois de me conquistar fiquei curiosa ao ler a sinopse e algumas críticas do livro na contra-capa.

Sinopse: Uma terra marcada por guerras recentes e amaldiçoada por uma misteriosa névoa do esquecimento. Uma população desnorteada diante de ameaças múltiplas. Um casal que parte numa jornada em busca do filho e no caminho terá seu amor posto à prova - será nosso sentimento forte o bastante quando já não há reminiscências da história que nos une?Épico arturiano, o primeiro romance de Kazuo Ishiguro em uma década envereda pela fantasia e se aproxima do universo de George R. R. Martin e Tolkien, comprovando a capacidade do autor de se reinventar a cada obra. Entre a aventura fantástica e o lirismo, "O gigante enterrado" fala de alguns dos temas mais caros à humanidade: o amor, a guerra e a memória.

O garoto quase atropelado - Vinícius Grosso (Faro Editorial): Descobri este livro no mesmo dia em que encontrei o livro Colega de quarto do Victor Bonini. Além de ter gostado da capa me encantei com a história. Estou sempre procurando descobrir novos autores nacionais.

Sinopse: Um garoto sofreu com um acontecimento terrível. Para não enlouquecer, ele começa a escrever um diário que o inspira a recomeçar, a fazer algo novo a cada dia. O que não imaginou foi que agindo assim ele se abriria para conhecer pessoas muito diferentes: a cabelo de raposa, o James Dean não-tão-bonito e a menina de cabelo roxo, e que sua vida mudaria para sempre! Prepare-se para se sentir quase atropelado de uma forma intensa, seja pelas fortes emoções do primeiro amor, pelas alegrias de uma nova amizade ou pelas descobertas que só acontecem nos momentos-limite de nossas vidas. Estar vivo e viver são coisas absolutamente diferentes!

Como se apaixonar - Cecelia Ahern (Editora Novo Conceito): Adorei a premissa do livro e estou muito ansiosa para ler esta história. Espero que seja bonita quanto a do livro A Lista.

Sinopse: Depois de não conseguir evitar que um homem acabasse com a própria vida, Christine passa a refletir sobre o quanto é importante ser feliz. Por isso, ela desiste de seu casamento sem amor e aplica as técnicas aprendidas em livros de autoajuda para viver melhor. Adam não está em um momento muito bom, e a única saída que ele encontra para a solução de seus problemas é acabar com sua vida. Mas, para a sorte de Adam, Christine aparece para transformar sua existência, ou pelo menos tentar ajudá-lo. Ela tem duas semanas para fazer com que Adam reveja seus conceitos de felicidade. Será que ele vai voltar a se apaixonar pela própria vida?

O Rouxinol - Kristin Hannah (Editora Arqueiro): Sou apaixonada pelos livros da Kristin Hannah e quando vi este lançamento tive que comprar!!! A história parece ser linda!!!!  Já li Por toda a Eternidade, Amigas para sempre e O lago místico. Comecei a ler O Jardim de Inverno, mas acabei parando no meio. A história é bem triste e achei melhor ler em outro momento.

Sinopse: “Neste épico passado na França da Segunda Guerra, duas irmãs se afastam por discordarem sobre a ameaça de ocupação nazista. Com temperamentos e princípios divergentes, cada uma delas precisa encontrar o próprio caminho e enfrentar questões morais e escolhas de vida ou morte.” - Christina Baker Kline, autora de O trem dos órfãos França, 1939: No pequeno vilarejo de Carriveau, Vianne Mauriac se despede do marido, que ruma para o fronte. Ela não acredita que os nazistas invadirão o país, mas logo chegam hordas de soldados em marcha, caravanas de caminhões e tanques, aviões que escurecem os céus e despejam bombas sobre inocentes. Quando o país é tomado, um oficial das tropas de Hitler requisita a casa de Vianne, e ela e a filha são forçadas a conviver com o inimigo ou perder tudo. De repente, todos os seus movimentos passam a ser vigiados e Vianne é obrigada a fazer escolhas impossíveis, uma após a outra, e colaborar com os invasores para manter sua família viva. Isabelle, irmã de Vianne, é uma garota contestadora que leva a vida com o furor e a paixão típicos da juventude. Enquanto milhares de parisienses fogem dos terrores da guerra, ela se apaixona por um guerrilheiro e decide se juntar à Resistência, arriscando a vida para salvar os outros e libertar seu país.

A menina da neve - Eowyn Ivey (Editora Novo Conceito): Li muitas recomendações deste e decidi conferir.

Sinopse: Alasca, 1920: um lugar especialmente difícil para os recém-chegados Jack e Mabel. Sem filhos, eles estão se afastando cada vez mais um do outro. Em um dos raros momentos juntos, durante a primeira nevasca da temporada, eles constroem uma criança feita de neve. Na manhã seguinte, a criança de neve some. Dias depois, eles avistam uma criança loira correndo por entre as árvores. Uma menina que parece não ser de verdade, acompanhada de uma raposa vermelha e que, de alguma formam consegue sobreviver sozinha no frio e rigoroso inverno do Alasca. Enquanto Jack e Mabel se esforçam para entender esta criança que parece saída das páginas de um conto de fadas, eles começam a amá-la como se fosse sua própria filha. No entanto, nesse lugar bonito e sombrio, as coisas raramente são como aparentam, e o que eles aprenderão sobre essa misteriosa menina irá transformar a vida de todos.

Espero que tenham gostado das dicas.

Em breve volto com a resenha de Colega de Quarto e A guardiã do tempo.

Beijos,


Sexta-feira, 27 de novembro de 2015.


Olá pessoal!!!

 A resenha de hoje é o do livro A Lista da autora irlandesa Cecelia Ahern publicado aqui pela Editora Novo Conceito. O livro conta a história de Kitty Logan, uma jornalista que que está passando por um momento de muitas dificuldades. 
 Ela está afastada do programa de televisão em que trabalha depois de acusar equivocadamente um professor de ter abusado sexualmente de duas alunas e está sendo processada por isso. Steve, seu melhor amigo, não aceita que ela se julgue vítima de toda essa situação e a amizade está abalada e seu namorado a abandonou sem dar explicações. Se já não bastasse tudo isso, sua confidente e mentora está muito doente.
 Além da relação de amizades elas trabalham juntas. Constance é editora chefe da Revista Etcetera onde Kitty começou e trabalha até hoje. Kitty relutou muito em visitar Constance no hospital em que está internada. Durante a visita Kitty pergunta a sua amiga se existia alguma história que ela gostaria que fosse escrita, mas que por algum motivo ela nunca tenha escrito. Ele responde que teve uma ideia recentemente que talvez seja sua melhor história. Então pede para que Kitty busque o arquivo em sua casa que ela vai contar o que é. Mas Constance acaba falecendo antes de contar a Kitty qual era a sua ideia para a história. 
 A próxima edição da revista será uma homenagem à Constance e durante a reunião de pauta Bob, marido de Constance que também trabalha na revista, pede que seja Kitty quem escreva a matéria que ela não teve oportunidade de escrever. A grande questão é que o arquivo contém apenas uma lista com 100 nomes de pessoas e nada mais. Kitty precisa descobrir qual era a história que Constance queria contar e escrevê-la, enquanto luta para não perder sua carreira e o prazo é de apenas duas semanas.

 Este foi mais um livro que primeiro me conquistou pela capa. Adorei as cores e a arte da capa, ela é simples, delicada e linda!!!! Quando li a sinopse me conquistou completamente. Apesar de conhecer outros títulos publicados pela autora confesso que este foi o primeiro livro que li inteiro. Já tinha começado a ler O livro do amanhã e Simplesmente Complicado mas acabei abandonado a leitura. Quero muito ler P.S. Eu te amo, gostei muito do filme então acho difícil não gostar do livro. Simplesmente Acontece também já tem adaptação para o cinema.
 A história de A Lista é cativante e emocionante, chorei litros!!!! Kitty está tão perdida no começo da história, corre o risco de perder o emprego e ver sua carreira arruinada, foi abandonada pelo namorado, brigou com sue melhor amigo e perdeu sua mentora e confidente.
 Quando Bob, o marido de Constance, pede para que Kitty escreva a história que seria escrita por ela, só consegue pensar que não vai conseguir. Ela não enxerga nenhuma relação entre os 100 nomes da lista. Mas ao conseguir contato com algumas dessas pessoas e começar a ouvir suas histórias descobre conexões entre suas histórias de vida e compreende porque foi escolhida para escrever essas histórias.
 Ela aprende um pouco com cada história que escuta e acaba ajudando essas pessoas também. No final de todo essa processo ela é uma outra pessoa, passou a ser conhecer verdadeiramente. A Lista é uma história que nos motiva, nos faz querer ver o lado positivo do que acontece, a não ficar parado apenas vendo nossa vida passar. Chorei, ri e tentei junto com Kitty desvendar o mistério em torno da lista. Recomendo muito a leitura!!!!!
 Acaba de ser lançado aqui no Brasil também pela Editora Novo Conceito o mais recente livro de Cecelia Ahern, Como se apaixonar. Li a sinopse e adorei a premissa da história e ele já está ma minha lista de leitura. Para quem se interessar seguem os títulos dos livros da autora publicados aqui: P.S. Eu te amo, A vez da minha vida, O livro do amanhã, O presente e Simplesmente Acontece todos publicados pela Editora Novo Conceito.

 Em breve volto com uma nova resenha!!!!

Beijos,



Quarta-feira, 25 de novembro de 2015.


Olá pessoal!!!!

 O post de hoje é um pouco diferente. Vou dividir com vocês alguns lançamentos e outros livros que quero ler e que estão na minha lista de desejos. Confesso que alguns eu não resisti e já comprei.

Desaparecidas - Lauren Oliver (Verus Editora): Já li o livro Antes que eu vá da autora e gostei bastante. Quando li a sinopse deste novo livro fiquei empolgada para ler. 
Sinopse: As irmãs Dara e Nick eram inseparáveis, mas isso foi antes — antes de Dara beijar Parker, antes de Nick perdê-lo como melhor amigo, antes do acidente que deixou cicatrizes no belo rosto de Dara. Agora as duas, que eram tão próximas, não estão mais se falando. Em um instante Nick perdeu tudo, e está determinada a usar o verão para conseguir sua vida de volta. Só que Dara tem outros planos. Quando ela desaparece, no dia de seu aniversário, Nick acha que a irmã está se divertindo por aí. Mas outra garota também sumiu — Madeline Snow, de nove anos — e, conforme Nick procura pela irmã, fica cada vez mais convencida de que os dois desaparecimentos podem estar conectados. Neste livro tenso e cativante, Lauren Oliver cria um mundo de intrigas, perdas e suspeitas, enquanto duas irmãs buscam encontrar uma à outra — e a si mesmas.

A mulher que roubou minha vida - Marian Keyes (Bertrand Brasil): Adoro os livros da Marian Keyes. Já li Tem alguém aí, Sushi, Melancia, É agora... ou nunca, Los Angeles, Um Bestseller pra chamar de meu e chá de sumiço. Adoro a escrita dela, e seus livros são muito diverditos. Ansiosa para ler este novo livro.
Sinopse: Um dia, andando de carro em meio ao tráfego pesado de Dublin, Stella Sweeney, mãe e esposa dedicada, resolve fazer uma boa ação. O acidente de carro que resulta disso muda sua vida. Porque ela conhece um homem que lhe pede o número do seu celular para o seguro, plantando a semente de algo que levará Stella muitos quilômetros para longe de sua antiga rotina, transformando-a em uma superestrela e também, nesse processo, virando a sua vida e a de sua família de cabeça para baixo. Em seu novo e divertido romance, Marian Keyes narra a história de uma mudança de vida. É tudo muito bom quando se passa de um cotidiano banal para dias cheios de eventos glamorosos — mas, quando essa vida de sonhos é ameaçada, pode-se (ou deve-se) voltar a ser a pessoa que se costumava ser?

O primeiro marido - Laura Dave (Bertrand Brasil): Este é o primeiro livro que conheço da autora mas gostei muito da história. Quero muito ler.
Sinopse: Annie Adams acredita ter tudo. Ela atravessa o mundo escrevendo sua coluna de viagens e acredita que seu relacionamento de cinco anos com o cineasta Nick é perfeito... Até ele resolver deixá-la. Pouco depois, Annie conhece Griffin, um charmoso e atencioso chef de cozinha, diferente de Nick em quase todos os sentidos. Ela rapidamente se casa com ele e os dois se mudam para uma pequena cidade rural no Massachusetts.Uma vez lá, no entanto, ela percebe o quão pouco conhece Griffin e acaba se perguntando se o relacionamento é pra valer ou se o casamento às pressas foi pura e simplesmente um equívoco. Quando Nick retorna, pedindo uma segunda chance, Annie fica dividida entre o marido e o homem com quem tivera a intenção de casar-se e é forçada a escolher entre um deles.


Colega de Quarto - Victor Bonini (Faro Editorial): Descobri este livro esta semana. Ainda não conhecia a editora ou o autor. Assim que li a sinopse tive que comprar o livro. A história prendeu minha atenção! Já comecei a ler e estou adorando. É sempre bom poder ler autores nacionais.
Sinopse: Eric Schatz, carioca que se mudou para São Paulo por conta do curso universitário, começa a perceber indícios de que há mais alguém frequentando o seu apartamento. Primeiro, um par de chinelos.  Então, uma outra escova de dentes. Um micro-ondas que é ligado sozinho durante a noite, barulhos estranhos a qualquer hora e luzes que se apagam de modo misterioso. Até que, em determinada noite, Eric enxerga o vulto do colega de quarto entrar em seu apartamento pela porta da frente. Desesperado, o rapaz vai atrás de um detetive particular, mas parece ser tarde demais. Em menos de 24 horas, tudo acontece de modo acelerado e depois de uma ligação desesperada, cortada abruptamente, Eric despenca da janela do seu apartamento. Em seu livro de estreia, o autor nos apresenta uma história urbana de tirar o fôlego. Um mistério que passa por uma relação familiar complicada, suspeitas por todos os lados, e camadas e camadas de culpados. Há alguém inocente?

Amor amargo - Jennifer Brown (Editora Gutenberg): Já ouvi muitas pessoas falando sobre este livro e sobre a autora e fiquei curiosa para ler. Já tenho o primeiro livro dela A Lista Negra mas ainda não li.
Sinopse: Último ano do colégio: a formatura da estudiosa Alex se aproxima, assim como a promessa feita com seus dois melhores amigos, Bethany e Zach, de viajarem até o Colorado, local para onde sua mãe estava indo quando morreu em um acidente. O Dia da Viagem se torna cada vez mais próximo, e tudo corre conforme o planejado. Até Cole aparecer. Encantador, divertido, sensível, um astro dos esportes. Alex parece não acreditar que o garoto está ali, querendo se aproximar dela. Quando os dois iniciam um relacionamento, tudo parece caminhar às mil maravilhas, até que ela começa a conhecê-lo de verdade… Em um retrato realista de um relacionamento conturbado, a autora Jennifer Brown – do sucesso A Lista Negra – nos leva até o limite de nossos sentimentos.

Espero que tenham gostados das dicas, em breve volto com mais indicações.

Beijos,




Domingo, 22 de novembro de 2015.


Olá pessoal!!!!

        Começo este post me desculpando pelo sumiço. Esses últimos dias foram bem corridos e acabei não conseguindo tempo para escrever ou ler. Mas me organizei para não ficar mais tanto tempo sem postar aqui no blog.
         O livro de hoje é Amy & Matthew da Cammie McGovern publicado aqui no Brasil pela Editora Galera Record. Amy é uma adolescente que sofre de uma doença degenerativa, ela nã anda e tem pouco movimento nas mãos e nos braços e fala com a ajuda de um computador, quando ela nasceu os médicos achavam que ela viverem vegatando. Mathhew estuda com Amy desde o segundo ano do primário, mas os dois não se conheciam de fato.
        Mesmo com as dificuldades impostas por sua condição física, Amy é uma das melhores alunas de sua escola. Ela precisa de ajuda para fazer praticamente todas as suas atividades na escola e sua mãe contrata monitores que a acompanham ajudando com o material, deslocamento entre as salas de aulas entre outras coisas. Esses monitores são adultos que são treinados para acompanhá-la em suas atividades. A presença de uma adulto somada a condição de Amy acaba afastando seus colegas.
         No final do segundo ano do Ensino Médio uma redação de Amy foi publicada no jornal literário da escola. No texto Amy falava sobre como lidava com as dificuldades decorrentes de sua doença e que mesmo assim não se preocupava com o futuro e que não tinha medo dele. Matthew não acreditou no que leu, ele achava impossível ela ser assim vivendo do jeito que vivia. Na aula de literatura a professora perguntou aos alunos o que eles acharam da redação de Amy, que não estava presente. Matthew que geralmente não participa dessas discussões ergueu a mão e falou que não achava que ela estava sendo sincera em seu texto.
         No final da aula seguinte Amy pede para falar com Matthew, ela quer saber por que ele disse às pessoas que não achava que a redação dela era sincera. Ele então fala tudo o que pensa, que ela diz que observa a vida de seus amigos e acha a dela melhor quando na verdade ela nem tem amigos. Ele acaba pedindo desculpas por ter falado assim, mas ela diz que não precisa se desculpar que ele está certo.
     Antes do início das aulas do terceiro ano Amy consegue convencer sua mãe a trocar seus monitores adultos por colegas do colégio. Ela quer aproveitar ao máximo seu último ano e tentar fazer amigos. Amy manda um e-mail pedindo que Matthew se candidate a uma das vagas de monitor e mesmo não querendo ele aceita. A mãe de Amy não é muito a favor de que Matthew seja um dos monitores, mas após passar por um treinamento ele é um dos escolhidos.
      Com a convivência surge uma grande amizade entre os dois e Amy descobre que Mathhew também seus problemas e segredos e tenta ajudá-lo assim como ele a tem ajudado. O que era amizade com o tempo acaba evoluindo para algo que eles não sabem e não conseguem definir. E no meio desta indefinição surgem fatos que acabam criando ainda mais dificuldades para o relacionamento dos dois. Agora eles terão que definir o que desejam para o futuro deles.

         Este livro me conquistou pela capa. Ela me lembrou bastante o estilo da capa do livro Eleanor & Park da Rainbow Rowell publicado pela Editora Novo Século que eu amei ler (em breve vai ter resenha aqui no blog). Quando li a sinopse resolvi que tinha mesmo que comprar este livro. 
       Gostei bastante da escrita da Cammie McGovern, ainda não tinha lido nenhum livro dela. A história é comovente! Amy tenta ao máximo levar uma vida normal. Sua mãe é superprotetora e largou tudo que fazia para se dedicar a sua filha e acaba sufocando Amy. Ela já toda a vida da filha planejada. Matthew é um garoto muito reservado, sensível e educado, seus pais se divorciaram a pouco tempo e desde então e ele tem desenvolvido comportamentos de TOC (transtorno obsessivo compulsivo) o que dificulta ainda mais seu relacionamento com os colegas da escola. 
       A convivência diária deles permite que se conheçam verdadeiramente. Eles se ajudam a des- cobrir quem realmente são. Eles evoluem muito como pessoa por causa desta convivência. Achei a Amy egoísta em algumas atitudes, mas fica difícil criticá-la por todo o seu histórico. A mãe de Amy não gosta de Matthew e acaba confiando mais justamente em um garoto que causar sérios problemas. Fiquei muito indignada com o comportamento da mãe de Amy. Mas a vida é assim mesmo, né! 
          Só posso dizer que gostei muito de ler e que recomendo este livro!

Vou ficando por aqui e em breve, breve mesmo, volto com mais uma resenha.

Beijos,




Terça-feira, 10 de novembro de 2015.




Olá pessoal!!!!

Hoje vou falar sobre o livro "Depois do que aconteceu" da autora brasileira Juliana Parrini publicado pela Suma de Letras. Este é o primeiro livro de uma duologia. Conta a história de Isabel Maia. Ela foi abandonada pelo noivo há um ano, eles estavam juntos há 13 anos, e depois do que aconteceu  ela praticamente desistiu de viver sua vida, parou de sair com seus amigos, passa a maior parte do seu tempo sozinha em seu apartamento. 
Suas melhores amigas, as gêmeas Lúcia e Luana, mais conhecidas como Luci e Lua e seu pai tentam de todas as formas animá-la e fazer com que volte a aproveitar a vida. Mas para Isabel todos os lugares a fazem lembrar de Alex, seu ex-noivo. Após uma dessas tentativas frustradas de sair com suas amigas Isabel liga para seu pai que mora em Petrópolis. Ele conta que no dia seguinte viajará para São Paulo a trabalho e ela decide acompanhá-lo.
No dia seguinte logo pela manhã o pai de Isabel passa em seu apartamento no Rio de Janeiro e os dois seguem viagem para São Paulo. Durante o trajeto seu pai diz que não aguenta mais vê-la tão entregue e pede para que ela prometa que irá sair mais, sorrir mais e se permitir ser feliz. E ela promete.
Enquanto seu pai vai para a reunião que tinha marcada ela decidi dar um passeio. Decidida a cumprir a promessa que fez a seu pai ela vai até um salão de beleza e faz uma transformação geral. Ela é fotógrafa e aproveita para tirar algumas fotos enquanto passeia pela Avenida Paulista e ao parar para bater uma foto sente uma trombada. Sua câmera cai no chão e ela acaba machucando sua mão na queda. O homem que a derrubou fica extremamente envergonhado e pede muitas desculpas, ele estava mexendo em seu celular e não havia reparado que ela parou de repente em sua frente.
Quando ela olha para o homem se pergunta se ele existe mesmo ou se ela bateu com a cabeça, ele é muito lindo. Ele imediatamente se oferece para ajudá-la e afirma que irá comprar outra câmera, já que a dela quebrou. Ela a convida para ir até uma cafeteria ali perto para que ela lave sua mão machucada e para que ele possa pelo menos lhe pagar um café. Isabel fica muito constrangida mas o acompanha até o café. Durante a conversa ele insiste em comprar uma nova câmera e ela acaba entregando seu cartão. Ele a convida para jantar no dia seguinte com o pretexto de entregar a câmera nova e ela aceita. 
Ele se chama Daniel Clark,  é americano mas vive no Brasil desde os 10 anos de idade e tem lindos olhos azuis. Os dois saem para jantar e a química entre eles é muito grande. Eles acabam ficando, mas Isabel volta para o Rio no dia seguinte. Durante a semana inteira ela não tem nenhuma notícia de Daniel, até que ele aparece em pessoa em seu estúdio na sexta-feira. Porém no domingo ela tem uma triste surpresa e o que parecia ser uma história de amor acaba se tornando um grande problemas.

Só posso dizer que adorei este livro. Eu li ele em apenas uma noite, fui dormir bem tarde, mas valeu a pena. A história de Isabel é muito bonita. Foi emocionante poder ver como ela se recuperou do fim de relacionamento tão traumático. O livro mescla presente e passado. Isabel vai aos poucos contando sobre o seu relacionamento com Alex, tudo o que viveram e como foi o fim do relacionamento.
Confesso que no início da leitura critiquei muito o ex-noivo, mas durante o livro Isabel vai contando fatos que me fizeram enxergar o lado dele da história, mas continuo não concordando com a atitude dele.
O relacionamento de Isabel e Daniel é muito bonito e totalmente diferente do que ela tinha com Alex. Mas ele é muito ciumento e cabeça-dura, acaba complicando situações simples, isso se já não bastasse outros problemas que eles têm de enfrentar.
Adorei a escrita da Juliana Parrini. Ela é mais uma autora que gosta de música, o livro é repleto de trechos e referências musicais. Já li o segundo livro "Antes que aconteça" e também adorei, apesar de não concordar com o destino de alguns personagens!!! Não posso contar mais nada sobre ele pois vou acabar revelando detalhes do primeiro livro, já que é a continuação da história. Mas eu recomendo a leitura dos dois livros!!!

Espero que tenham gostado da resenha!

Logo volto com um novo post!

Beijos,


Sexta-feira, 06 de novembro de 2015.




Olá pessoal!!!

      Hoje a resenha é do maravilhoso e emocionante livro Como eu era antes de você da autora britânica Jojo Moyes publicado aqui no Brasil pela Editora Intrínseca. Este foi o primeiro livro que li da autora e depois desta leitura ela se tornou uma das minhas autoras preferidas. Conta a história de Louisa Clark. Ela está com 26 anos, atualmente mora com seus pais, sua irmã mãe solteira, seu sobrinho pequeno, seu avô, não tem nenhuma ambição e um gosto muito duvidoso para roupas. Namora um triatleta chamado Patrick que está mais preocupado com seus treinamentos do que com a namorada.
        Ela trabalha como garçonete em um café, ganha pouco, mas consegue ajudar nas despesas. Mas o dono do café decide fechá-lo e Lou perde seu emprego. Ela começa a procurar um novo trabalho, até chega a trabalhar em alguns, mas nenhum funciona. Até que surge uma vaga de cuidadora assistente para “cuidados e companhia para deficiente físico” por um período de 6 meses.
        Lou vai fazer a entrevista para o emprego com a sra. Camilla Traynor mãe de Will Traynor, 35 anos, que ficou tetraplégico depois de um acidente há dois anos. Na entrevista a mãe de Will explica que ela precisa de alguém que forte e animada para animá-lo e ajudar com seu bem-estar mental e que não é necessário ser da área médica. A entrevista foi um pouco estranha mas Lou é contratada. 
        Will tem um enfermeiro chamado Nathan, responsável por toda a parte de cuidados médicos e que passa as informações para Lou em seu primeiro dia de trabalho. O primeiro contato entre Lou e Will não foi dos melhores, ele é muito mal-humorado e não facilita as coisas para Lou. Will era uma homem ativo e que gostava de aventuras e agora estava preso em uma cadeira de rodas sem poder se movimentar. Ele desconta a sua amargura em quem estiver por perto.
         Com o passar do tempo a relação entre eles vai melhorando e os dois vão se tornando cada vez mais próximos. Eles acabam se ajudando de uma maneira que não imaginavam. Ele precisa de apoio e ela de um empurrãozinho para tomar as rédeas de sua vida. Mas Lou vai descobrir o motivo do seu contrato de trabalho ter um prazo determinado e vai lutar com todas as suas forças para tentar mudar essa situação.

          Só posso dizer que chorei litros e mais litros de lágrimas lendo este livro!!!! A história é linda e cativante. Por tratar de um tema tão delicado é impossível não se emocionar. Jojo Moyes me conquistou e este é com certeza um dos meus livros favoritos. Torcemos muito por Lou e Will. Eles vivem um amor puro e verdadeiro que foi construído à medida que eles se mostram de verdade um para o outro, sem máscaras ou disfarces. Jojo Moyes soube escrever uma história de amor que é possível e puramente baseada em sentimentos. 
       Já foi gravada uma adaptação do livro para os cinemas com previsão de lançamento para o primeiro semestre de 2016. Estou muito ansiosa para assistir. Fica aquele medo de mudarem muito a história, mas só assistindo para saber. O livro tem continuação já publicada em inglês “After you” e aqui no Brasil será publicado provavelmente no primeiro semestre de 2016 também pela Intrínseca.
         Também li os outros livros da Jojo Moyes e me apaixonei por eles: A garota que você deixou para trás, A última carta de amor e Um mais um, também publicados pela Intrínseca e Paris for one da Penguin Books. Outros títulos da autora estão sendo relançados em nova edição pela Bertrand Brasil: Em busca de abrigo, A casa das marés e Baía da Esperança, quero ler em breve estes livros. Ainda existem títulos não publicados por aqui, mas espero que logo eles sejam lançados em português.


Espero que tenham gostado da resenha.


Em breve volto com um novo post.


Beijos,





               

Segunda-feira, 02 de novembro de 2015.




Olá pessoal!!!!

      Hoje vou falar sobre o livro Os bons segredos da Sarah Dessen publicado pela Editora Seguinte. Este é o primeiro livro que li da autora. Conheci este livro através da Pam Gonçalves do canal Tv Garota it do You Tube. A Pam é fã da autora e escreveu um comentário na contracapa do livro.
       O livro contra a história de Sydney, uma garota que sempre se sentiu invisível e vive á sombra de seu irmão mais velho Peyton, que sempre foi o foco de atenção da família. Peyton é três anos mais velho que Sydney. Os dois irmãos eram bem unidos até Peyton trocar de escola no início do Ensino Médio. No novo colégio ele começou a andar com garotos mais velhos que o desafiavam a fazer coisas como roubar sorvetes, se esconder no porta-malas de algum carro e outras coisas.
     O comportamento de Peyton com o tempo foi piorando, o que lhe rendeu diversas punições e temporadas de reabilitação. Até que Peyton acaba causando um acidente por dirigir bêbado, atropelando um garoto que fica paralítico. Ele acaba condenado a dezessete meses de prisão. A mãe de Sydney parece não entender a gravidade do que seu filho causou tratando-o como vítima e o pai acaba acatando tudo o que a esposa decide. Sydney parece ser a única que o responsabiliza por seus atos e que se preocupa com o garoto atropelado.
       Ela resolver mudar de escola para tentar mudar de ares e ajudar no orçamento, já que sua escola anterior era particular e os gastos com advogado para o julgamento de seu irmão foram altos. Sydney se sentiu deslocada no novo colégio. Depois do fim das aulas ela não queria ir para casa e encontra então uma pizzaria chamada Seaside Pizza. Lá conhece a família Chatham, proprietários da pizzaria. Sydney fica amiga de Layla, a filha mais nova, e de Mac, o único menino da família. Os dois estudam na mesma escola de Sydney. A amizade entre as duas é instantânea e Sydney compartilha com a sua nova amiga segredos que nunca contou a ninguém.
       A relação dela com toda a família Chatham vai se aprofundando, ela encontra neles pela primeira vez em sua vida aceitação. A outra filha da família Chatham, Rosie, também enfrentou problemas como seu irmão Peyton, mas não chega ao nível dos causados por ele. Com a sra. Chatham, que mesmo doente é quem mantém a união da família, Sydney compartilha o seu amor por reality shows; o sr. Chatham adora músicas tocadas no banjo, que é o único estilo de música tocada em sua pizzaria. A relação entre Mac e Sydney vai evoluindo para mais do que amizade. Ele parece enxergá-la como ela é de verdade.
      Sydney começa a ajudar Layla e Mac na pizzaria. Eles ficam responsáveis pelas entregas, o que permite a Sydney observar fragmentos da vida das pessoas. Ela e Mac brincam de adivinhar como são as pessoas de acordo com o que foi pedido e ela sempre acerta. Mas a vida de Sydney sofrerá mais uma reviravolta e ela terá que assumir o controle de sua vida e deixar de ser mera espectadora.

      Gostei muito da história apesar de achar a protagonista muito passiva. Durante muito tempo ela aceita tudo o que sua mãe impõe, assim como seu pai. Mas no decorrer da história ela consegue se encontrar com a ajuda da família Chatham.
      É muito bonita a amizade entre Layla e Sydney, em muitos momentos Layla sabe o que Sydney pensa e sente sem que ela diga nada. A ligação entre elas é muito grande. A relação com a sra. Chatham também é muito bonita, ela é a mãe que Sydney gostaria sua mãe fosse. Presente na vida de todos os filhos e sempre disposta a dizer palavras de encorajamento, mesmo estando muito doente. O relacionamento entre Mac e Sydney vai crescendo durante a história. Ele consegue enxergá-la quando ela se sente invisível. Sydney acaba "adotada" pela família Chatham.
     Recomendo este livro para todos, é uma história sobre amizade verdadeira, amor e relacionamento familiar, nos leva a refletir sobre nossa própria vida, como nos relacionamos com nossa família e amigos. Fiquei curiosa para ler outros títulos da autora publicados em português. Ela já escreveu ao todo 11 livros, mas foram publicados por aqui apenas os seguintes livros: O que aconteceu com o adeus, Aquele Verão e A caminho do verão publicados pela ID Editora e Just listen - A garota que esconde um segredo publicado pela Editora Farol (alguns títulos estão indisponíveis para compra).

Espero que tenha gostado da resenha.

Logo volto com um novo post!


Beijos,