Sexta-feira, 29 de janeiro de 2016.



Olá pessoal!!!

Hoje quero compartilhar com vocês a Maratona Literária de Carnaval promovida pelos blogs Nuvem Literária da Juliana Cerqueira e Pronome Interrogativo da Thaís Cavalcante. A ideia principal da maratona é que do dia 06/02 a 10/02 você leia um número maior de livros do que está acostumado a ler. A Juliana e a Thaís elaboraram uma lista com 5 desafios (não obrigatórios) para ajudar na definição da TBR (To be read - lista de livros a serem lidos). Para saber maiores detalhes sobre as regras para participação na maratona acessem o site dos blogs ou as páginas no facebook.

Domingo, 24 de janeiro de 2016.



Olá pessoal!!!!

Hoje a resenha é do livro A menina da Neve de Eowyn Ivey publicado pela Editora Novo Conceito. O livro conta a história do casal Mabel e Jack. O ano é 1920 e eles acabaram de se mudar para o Alasca, o desejo de viverem isolados os levou à decisão de se mudarem. Eles queriam se afastar dos olhares de pena da família e dos conhecidos por eles não terem tido filhos. Eles se casaram um pouco tarde para os padrões da época. Mabel chegou a engravidar, mas o bebê acabou não sobrevivendo.   

Domingo, 17 de janeiro de 2016.



Olá Pessoal!!!!

O post  de hoje é um pouco diferente, vou falar sobre leitores digitais (e-readers). Atualmente no Brasil existem três marcas de leitores digitais: o Kindle da Amazon; o Lev da Livraria Saraiva; e o Kobo da Livraria Cultura. Cada aparelho possui diversas versões e preços, antes de comprar é muito importante verificar as funcionalidades de cada modelo e qual é o melhor para você conforme a sua necessidade. 

Domingo, 03 de janeiro de 2016.



Olá pessoal!!!!

Este é o primeiro post de 2016!!!  No último mês andei sumida, acabamos acumulando muita coisa para fazer no fim de ano e acabei não conseguindo tempo para ler ou escrever as resenhas dos últimos livros que eu tinha lido. Agora passadas as festas as coisa começam a voltar ao normal e vou me esforçar para manter o blog atualizado.
Como já tinha adiantado na minha página do facebook (www.facebook.com/leiturasthais) este ano vou escolher minha novas leituras de um jeito diferente. Toda vez que vou escolher minha próxima leitura sempre fico em dúvida sobre qual livro escolher! Para isso criei minha #tbrcup. É uma adaptação de uma ideia que há algum tempo eu já tinha visto em vários blogs literários. O nome original é #tbrjar ,abreviatura da sigla em inglês "to be read" que adaptando para o português significa "para serem lidos", e consiste em se colocar em um pote os nomes dos livros que você ainda não leu e quando for inciar uma nova leitura sortear o nome. 
Procurei algum pote bonito para utilizar e como não encontrei usei minha linda caneca que ganhei de amigo secreto e por isso adaptei o nome para #tbrcup!!!! Além de facilitar a escolha da próxima leitura a utilização das #tbrjar's cria um suspense e uma certa ansiedade no momento do sorteio. Estou amando escolher meus livros assim! 
Ao escrever os nomes para minha #tbrcup tive a real dimensão da quantidade de livros que comprei e ainda não li. Aproveitei e como uma das minhas metas de ano novo vou procurar comprar uma quantidade menor de livros, de preferências apenas aqueles que estou ansiosa para o lançamento que são na maioria continuações de livros que já li. Entre estes estão o novo livro da Jojo Moyes "Depois de você" que é a continuação do livro "Como eu era antes de você"; "P.S. Ainda amo você" da Jenny Han que é a continuação de "Para todos os garotos que amei"; e o novo livro da série Batidas Perdidas da querida Bianca Briones "O desapego rebelde do coração".

O primeiro livro sorteado foi "Baía da Esperança" da Jojo Moyes publicado pela Editora Bertrand Brasil. Já tinha este livro há algum tempo e já tinha começado a leitura, mas acabei abandonando. A edição que tenho é de 2010, recentemente este título foi relançado com nova capa. Só posso dizer que valeu muito a pena ler este livro e fiquei muito feliz que minha primeira leitura do ano foi um livro de uma das minhas autoras preferidas. Aproveitei os dias de folga do ano novo e mergulhei nesta leitura. Consegui ler o livro em dois dias. 

O livro conta a história de Mike Dormer. Ele vive em Londres e trabalha em uma empresa responsável pela construção de grandes empreendimentos com resorts e spas por todo o mundo e recentemente ele conseguir se tornar sócio da empresa. Depois que seu chefe e sogro sofre um pequeno acidente ele tem que substituí-lo em uma viagem para uma pequena cidade litorânea da Austrália, Baía da Esperança, para montar o relatório que servirá de base para que a empresa consiga a aprovação para construção de resort de luxo nesta cidade.
Ele se hospeda em um pequeno hotel chamado Silver Bay que parece ter parado no tempo. Sua proprietário Kathleen, uma senhora de 75 anos, é uma lendária caçadora de tubarões. Com ela vivem sua sobrinha Liza McCullen, capitã do Ismahel um barco que leva turistas para observação de golfinhos e baleias, e sua filha Hannah, uma garota de 10 anos que é muito inteligente.
Mas Mike acaba se envolvendo com o moradores da cidade durante o período que passa na Baía da Esperança e quando a megaconstrução começa a ganhar vida Mike descobre os efeitos negativos que o empreendimento trará para a vida das baleias e dos golfinhos e também das moradoras do Hotel Silver Bay. Agora Mike terá  que correr contra o tempo para conseguir impedir a construção e reconquistar a confiança de todos da Baía da Esperança.

Não tenho palavras para descrever como gosto da escrita da Jojo Moyes. Ela consegue nos cativar e envolver profundamente na história que conta. O livro é narrado com a perspectiva de vários personagens a cada capítulo e vamos construindo a história com o que cada um deles vai nos contando.É praticamente impossível não se emocionar com a história de Liza e sua filha Hannah. Antes irem morar com a tia Kathleen no Hotel Silver Bay elas passaram por graves questões que são mantidas em segredo. 
Mike é o personagem que sofre uma grande mudança durante o livro. No início ele só pensa em sua carreira e em como ganhar mais dinheiro. Porém conforme convive com os moradores da simples cidade ele revê seus valores e encontra uma nova perspectiva de vida. Ele demonstra como o meio em que vivemos realmente nos molda, por mais que a gente não perceba e nos ajuda a parar para refletir sobre isso.

Por hoje vou ficando por aqui! Espero que tenho gostado das novidades e da resenha!

Me acompanhem pelas redes sociais para saberem qual será minha próxima leitura!!!

Beijos,